sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Feliz 2011.

    Mais um ano chegou ao fim, e nesse momento renovamos a nossa esperança de um ano novo marcado pela presença Poderosa do Deus Absoluto.Que no ano que esta por vir a misericórdia e a benção de Deus estejam sobre nossa família, ministério, trabalho, enfim, onde quer que possamos chegar. Que o Senhor esteja nos dirigindo os passos, e nos capacitando para realizarmos o propósito para o qual fomos chamados.
Feliz 2011!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Sentimento X Realidade. ( Retrospectiva 2010)

      Nem sempre o que sentimos é a realidade. Veja bem, vamos em festas cheias de gente, nos divertimos, nos sentimos bem e acompanhados, mas depois passa e a realidade chega. Então, nos deparamos com a realidade de que, talvez, não estejamos tão acompanhados e com tanta gente feliz ao nosso lado como parecia a pouco. Passamos momentos de alegria com muita gente, jogamos bola, rimos, assistimos um jogo de um time campeão, tocamos músicas e sentamos em roda para contar piadas, mas é só algo menos alegre acontecer que esse grupo de pessoas se reduz drasticamente. Mas por que? O sentimento em grupo era tão bom, tão alegre, mas durou tão pouco. Será que um sentimento feliz é para ser assim mesmo? Curto e vago?

      Não. A diferença está em alinhar sentimentos à realidade, porque os sentimentos são a forma como vemos a vida, são os sensores que nos mostram onde estamos, mas como todo sensor, eles devem representar a realidade, do contrário, chegamos em lugares errados. Se construirmos momentos reais, com sentimentos reais e não apenas momentâneos, como beijos sem compromisso, relações pelo prazer, amizades pelo interesse, trabalhar exclusivamente por dinheiro entre tantas outras coisas que fazemos para tentar sucesso nesse mundo, aissim teremos uma felicidade mais concreta, teremos amigos, teremos parentes e essa alegria será real e algo ruim não será capaz de destruí-la, como facilmente faz com as muitas alegrias superficiais que temos.

      Um sorriso nem sempre significa felicidade e uma lágrima nem sempre significa dor. Lutas e defeitos todos temos, a diferença está em andar com Deus, buscar a sua voz, viver de acordo com os seus ensinamentos, pois, assim, teremos paz. E paz não é um dia lindo de sol, com pássaros voando, mas, muitas vezes, paz é ser feliz mesmo quando há muita chuva, ventos e lágrimas no rosto. Deus não quer simplesmente colocar um sorriso em sua boca, isso uma piada pode fazer, mas Ele quer que a sua realidade, seja ela como for, seja feliz. Esse é o convite Dele para todos o que lutam nessa vida.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Filho meu ( Retrospectiva 2010)

O que fazer? ( Retrospectiva 2010)

O que fazer quando a solidão se aproximar?
O que fazer quando ninguém lhe procura?
O que fazer quando o mundo desabar?
O que fazer quando a vida se torna tão dura?

Se em Deus você acreditar e na palavra meditar, as coisas  vão melhorar.
Quando para o alto olhar e nos pés do Senhor você se ajoelhar, resposta encontrará.
Olhe para Jesus, pois Ele é a saída, além de lhe abençoar, ainda protege a sua vida.
Para quem tem fé em Deus, a bíblia nos ensina, que não devemos olhar para baixo e, sim, para cima.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

A cruz sem sedativo. (retrospectiva 2010)

    Todo condenado recebia uma dose de humanidade antes da crucificação. Era uma mistura de vinho e fel que tinha uma ação anestésica, diminuindo, assim, a dor no momento em que os pregos atravessavam as mãos e os pés da vítima. Tratava-se de um alívio importante em um momento tão duro. Mas, surpreendentemente, Jesus rejeitou aquele anestésico. Isso agravou muito sua sensação de dor. Lembrando que Jesus não estava ali disfarçado de homem, mas como tal, estava sujeito a todo horror daquele instante. E Ele preferiu fazer isso de" cara limpa".

      Num momento em que tanta violência é gerada no Brasil e no mundo por causa do tráfico de drogas, nos damos conta de quão diferentemente as pessoas estão buscando enfrentar a realidade: Drogadas, alcoolizadas, dopadas ou impregnadas de fantasia.

Aquele que enfrentou a cruz sem sedativo, quer hoje capacitá-lo a enfrentar a realidade de cara limpa.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Do que você tem se alimentado?

Sós ou mal acompanhados? (Retrospectiva 2010)

      Não é de hoje a afirmação de que o homem é um ser social. Também não é de hoje que pessoas se sentem só ou mal acompanhadas. Mas o que é estar só? Há uma diferença entre se sentir só e estar, de fato, desamparado. Há, também, diferença entre se sentir próximo a muitas pessoas e, estar de fato, acompanhado. Por exemplo, muitas vezes sentimos que temos bons amigos, rimos com eles na aula, no trabalho e nas ruas, até que precisamos de algo e quem vêm ao nosso encontro é nossa mãe, por exemplo, alguém que não joga vídeo game conosco (só um exemplo).
     
      É sempre uma luta entre esse “sentir” e o “estar” acompanhado e, muitas vezes, precisamos de dificuldades para entender se estamos sós ou acompanhados. E com Deus é assim também, muitas vezes não sentimos fisicamente que Ele está ali do nosso lado, mas se confiarmos Ele estará, e estar acompanhado por Deus é muito melhor que qualquer abraço apertado e beijos no rosto que muitos recebem. Desses beijadores e abraçadores, com quais podemos, realmente, contar?

     Busque acompanhar as pessoas e não só estar do lado delas. Acredite que mesmo fisicamente você não sentindo, os verdadeiros amigos estão contigo e estão lutando, seja onde for, por seu bem. E, principalmente, saiba que Deus quer que você confie que Ele está perto, e que não é só para lhe dar um abraço gostoso ou um beijo, isso muitos fazem, agora o que muitos não fazem Ele faz, Ele lhe acompanha.
“O amigo ama em todo o tempo; e para a angústia nasce o irmão.” Provérbios 17:17.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Em tempo de guerra nunca pare de lutar (Retrospectiva 2010)

        Esse é o posicionamento que devemos ter diante da situação, pois a fé é uma grande arma para vencer qualquer situação, ainda que ao nosso redor pareça impossível, ainda que muitos digam que não tem jeito, ainda que as pessoas que mais amamos fiquem contra nós. O nosso dever é se manter firme, mesmo que seja necessário derramar lágrimas. Temos que nos manter de pé para enfrentar o gigante que tenta nos derrubar, pois é nas lutas que  há a oportunidade de prestigiar a glória de Deus.

      No salmos 126:5-6 diz : 5 Os que com lagrimas semeiam com júbilo ceifarão. 6 Quem sai andando e chorando,enquanto semeia,voltará com jubilo trazendo seus feixes.

      Isso significa que devemos lutar, pois hoje podemos estar chorando, mas futuramente colheremos tudo que plantamos com alegria. Mas para isso ser real precisamos mais do que nunca confiar profundamente no Senhor, para que estejamos fortalecido nEle e, assim, enfrentar  qualquer adversidade.Pois tudo é uma questão de fé.

Medite em. Hebreus 11:1-3

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

A morte de um amigo (Retrospectiva 2010)

      Esse final de semana foi atípico. A caminho de casa recebi uma ligação sobre a morte de um amigo meu da faculdade. A notícia me pegou de surpresa e me gerou vários pensamentos. Vou dividí-los com vocês.

       Ele tinha apenas 21 anos, era uma pessoa muito bacana e vai fazer falta. Um tumor no cérebro foi o seu fim. Por que será que alguém no início da vida vai embora tão repentinamente? Por que alguém que foi tão centrado, correto, estudioso e que lutava pelas pessoas próximas precisa ir cedo e nos privar de suas qualidades? Aos olhos do mundo isso foi uma derrota, porque ele não se tornou engenheiro, não comprou carros, casas e nem viajou para o exterior. Mas a vida é muito mais que isso. Muito mais. E, talvez, por isso que Deus é tão justo, mesmo em uma situação tão drástica. Ele é justo porque a verdadeira riqueza não está aqui, Ele mesmo disse. O problema é que nossos padrões dizem que se ele não teve carros, casas, diploma, ele não venceu e a sua partida se torna muito drástica e chega a causar revolta em muitos, mas será que é isso mesmo? Será que quando uma criança, um jovem ou um adulto morre devemos nos revoltar contra Deus? Questionando o porquê da morte de uma pessoa que não era velha?

      O engano está em nós mesmos. A questão drástica dessas mortes fomos nós mesmos que criamos em cima desse padrão todo do que é viver, porque achamos que só vive bem quem nasce, cresce, trabalha, tem uma família, se aposenta e morre. Se alguma etapa disso não é cumprida então o ser não foi vitorioso. Mas isso é muito vago. Eu tenho certeza que meu amigo foi um vitorioso sim, mesmo sem ter vivido muitas das etapas que temos como cruciais para o sucesso. Isso porque ele tinha conciência de que a morte não era o fim e de que a vontade de Deus deveria ser feita, ele mesmo afirmou essas coisas antes de fazer a cirurgia que nunca mais teve volta. Então, fica claro que ter essa conciência vale muito mais que carros e casas, talvez por causa dela que Deus o levou, porque muitos passam anos neste mundo e continuam achando que vão se satisfazer por completo aqui mesmo, mas Deus vai dando tempo para que esses entendam e, talvez, os que já entendem Ele os leva para um lugar muito melhor.

     Não gaste os esforços da sua vida apenas lutando para consquistar as etapas do sucesso aqui na terra, elas são boas, mas podem não chegar, como não chegaram para meu amigo, mas se esforçe para buscar à Deus, para andar com Ele, porque isso, com certeza, não passa e chega para todos, como chegou para ele.

"Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus." Lucas 12, 21 (Tesouro na terra)

"Fazei para vós bolsas que não envelheçam; tesouro nos céus que jamais acabe, aonde não chega ladrão e a traça não rói." Lucas 12, 33. (Tesouro no céu) 



segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

sábado, 18 de dezembro de 2010

A força que vem do alto (Testemunho) - Retrospectiva 2010

      A vida nos reserva desafios, são gigantes que teremos que derrubar. E para isso, é preciso contar com uma força extra, com a força que vem do alto. No texto de I samuel cap. 16 e 17 vemos Davi como exemplo. Ele era muito novo, magro e não tinha estatura de guerreiro, mas mesmo assim foi escolhido por Deus. Havia um gigante chamado Golias, que afrontava o povo de Israel. Ninguém tinha coragem de enfrentá-lo e os que tiveram não conseguiram vencê-lo. Porém, Davi o desafiou. O gigante era muito maior e tinha armadura e armas. Davi só tinha uma funda e algumas pedras no alforje. Mas Golias não era maior que o Deus que Davi servia. Esse foi o grande segredo da vitória, Davi vinha no nome do Senhor. Então, no meio da batalha, ele pegou uma pedra, colocou na funda e arremessou contra o gigante que teve a sua testa perfurada. Mas de onde veio essa força? Ela veio de Deus. E todos presenciaram o Poder de Deus na vida de Davi.    
     Não é fácil para ninguém ser rejeitado pelo seu próprio pai, perder uma mãe, passar por privações, quase ter a vida ceifada com uma faca pelo o próprio pai, estar desempregado, não ter dinheiro, não ter roupas, calçados, ser esquecido, caluniado e humilhado. Tudo isso eu (Israel Reis) tive que passar, mas como Davi, acreditei no poder de Deus e com isso consegui derrubar esses gigantes da minha vida. Mas de onde veio essa força? Veio do alto, só por isso que posso estar aqui relatando esse testemunho, porque Deus me levantou, me restaurou, mesmo quando muitos achavam que eu não tinha jeito. Eu em prantos clamava a Deus por socorro e a depressão a todo instante tentava me seduzir para levar a minha vida. O Senhor escutou o meu clamor que durou quatro anos e hoje estou aqui. Da mesma forma que Deus deu vitória a Davi, assim Ele fez comigo. Se eu fosse olhar para minha situação seria impossível sobreviver. Hoje tudo que tenho, tudo que sou e se há alguma força e alegria em mim, foi porque Deus me deu.    
 
      Se você estiver com problemas iguais ou piores que os meus, faça como Davi, creia no Deus do impossível, pois só Ele é a fonte inesgotável de força. É o Senhor que pega aquele que ninguém acredita e faz um grande homem, fraco fisicamente, porém com o espírito fortificado e pronto para derrubar qualquer gigante que aparecer. Quer vencer? Busque a força que vem do alto.  

(Na postagem original há uma foto minha no trabalho)

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Deus não precisa fazer barulho (Retrospectiva 2010)

      Quero postar um relato bem simples e pessoal, quero dizer algo que sempre soube, mas que precisou ser reforçado em minha vida hoje mesmo: Deus não precisa fazer barulho para estar do nosso lado.

      Por vezes, esquecemos que Deus está vendo tudo e que está no controle de tudo, assim, caímos no engano de nos sentirmos sozinhos, desamparados, fracos, sem prazer nas coisas que nos agradam, esperando o tempo passar para ver se algo muda e, o pior, lutando contra tudo isso com nossas próprias forças. É fato que não funciona e ficamos mal. Mas nossa vida tem valor, mesmo que muitos não reconheçam isso, mesmo que nos esqueçam, nos desamparem, enfim, mesmo que estejamos, aparentemente, sós. Esse nosso valor se expressa quando Deus, no seu amor, dá um jeito gracioso de mostrar que Ele está acompanhando tudo, vendo tudo e que está perto de nós. Às vezes, Ele usa alguém para falar as palavras certas conosco, ou Ele nos leva à uma leitura bíblica que fala direto ao nosso coração, às vezes, algo acontece sem entendermos, enfim, às vezes, Ele usa até uma simples postagem de blog para provar que está do nosso lado. E Ele não precisa fazer barulho, pois Ele quer mostrar para nosso coração que está perto, e não para nosso corpo. Perto fisicamente muitos estão, mas perto de nosso íntimo poucos estão, e os que estão são provas da presença de Deus na nossa vida. Não queira, simplesmente, ver ou ouvir Deus, pois, talvez, o barulho é o nosso costume para vislumbrar algo, mas Deus é gracioso, divino e Seu silêncio e presença são muito mais reais e duradouros  que o berro das inquietações da vida. Levante, ande, o amor de Deus é muito grande, e não pense que ele não vai alcançá-lo só porque você vive ai em um quarto fechado. Ele vê tudo, e não precisa do barulho para isso.

Retrospectiva 2010

      Como o ano está no fim, criaremos o subtítulo "Retrospectiva 2010" e repostaremos as mensagens mais lidas desse ano. Isso para que quem iniciou a pouco tempo a seguir o blog possa ver as mensagens que mais chamaram a atenção dos leitores e, também, para que os leitores mais antigos possam rever as mensagens que eles mesmos elegeram como as mais lidas (mandem sugestões!). Alternadamente, postaremos novas mensagens também!





segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Aslam


























Cena da crônica "O leão, a feiticeira e o guarda-roupas" do livro "As Crônicas de Nárnia":
Após ouvir falar de Aslam, Lúcia pergunta:
- Mas ele é pergioso?
O castor então responde:
- Claro que ele é perigoso, ele é um leão! Mas ele é bom.

Deus é perigoso sim, mas Ele é bom.

domingo, 12 de dezembro de 2010

Seja um amigo assim:

      No momento de maior angústia Jesus buscou acerca-se daquele grupo íntimo que formou nos três últimos anos de sua vida. Três daqueles homens (Pedro, Tiago e João) foram os que ouviram a declaração mais depressiva de Jesus "a minha alma está triste até a morte". E foram esses mesmos três que presenciaram o maior momento de glória de Jesus até então, que foi o episódio da transfiguração (Mt 17:1).

      Podemos nos lembrar de várias pessoas para convidar para o dia de aniversário. Mas nem tanto para o dia da adversidade. Até no momento de angústia e morte, Jesus nos revela a que veio. Ele veio estabelecer um relacionamento estável entre as pessoas que possam suportar as densas variações da alma humana, que vão desde os momentos gloriosos até os vales mais depressivos. De amigos assim Jesus quer forma sua comunidade de fé, e convida você para ser esse amigo dos outros e Dele.

texto base (Matheus 26:36-46) http://www.bibliaonline.com.br/acf/mt/26

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Que tempos são esses?

Que tempos são esses
Em que pretensos profetas viram mercenários
Como guerreiros derrotados, jogam suas armas ao chão
Tudo pelo poder e pela ganância?
                            
Que tempos são esses?

Que tempos são esses
Em que crianças são programadas, emburrecidas e exploradas
Tudo para saciar a fome e a sede de poder?
Que tempos são esses?

Que tempo são esses 
Em que pessoas não podem pensar
São enquadradas e incapazes de sonhar?

Mas tempo há de vir
Em que a justiça irá brotar
Das sementes entre o joio
Sonhadores vão buscar
Determinação para mudar  

Que tempos são esses? 

Banda GOoD Way 2006
Letra adaptada da banda Ergastoplasma


O tempo em que vivemos é apenas o que fazemos em um determinado tempo cronológico. Não nasce maça quando se planta uma árvore de laranja, muito menos a correnteza leva para cima.
Que tempos são esses? Que tempos serão?

"Pelo que todo aquele é piedoso ore a ti (Deus), a tempo de te poder achar; no trasbordar de muitas águas, estas e ele não chegarão." Salmos 32, 6.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Para onde você olha?

















Clique na figura para ampliar

sábado, 4 de dezembro de 2010

Ato sincero

      Leitores, gostaria de fazer um apelo pessoal, menos formal que os textos de reflexões que costumamos postar. Pode até parecer alguma brincadeira, mas novamente uma pessoa do curso que faço morreu. Dessa fez não foi um câncer, e sim uma batida de carro que tirou a vida de uma moça de 20 anos de idade que estudava algumas matérias da eng. elétrica comigo. Não divulgo o nome por questão de respeito, até porque não conhecia muito bem ela e nem sua família. Mas o que quero ressaltar é que somos muito pequenos, não sabemos o que pode acontecer. A notícia da morte dela me deixou assim, me lembrou do quão pequeno sou e do pouco controle que tenho sobre as coisas.

      Pessoal, busquem a Deus, de coração falem com Ele, sem esteriótipo de religião nem nada, mas apenas com um coração sincero, mesmo que seja um coração que nunca fez uma oração e nem sabe como começar, mas falem com Ele, por favor, se preparem para o dia da morte, porque ninguém sabe a hora. Só esse ano presenciei a ida de 3 pessoas de 20 anos, uma idade em que ninguém pensa em morte. Não é um pedido interesseiro nem nada, não quero abrir uma igreja e lucrar,  não quero ser destaque dos blogs mais vistos, tão pouco saberei as pessoas que realmente levarão a sério o que está escrito e buscarão a Deus. Mas por favor, busquem, de alguma forma, transcendam suas vidas da carne, ela é muito breve e incerta. Busquem valores eternos, busquem a vida eterna que é conseguida através da morte de Jesus Cristo, que morreu por nós, olhem para Ele como um Deus, pois Ele é, e assumam suas pequenezas, porque um dia será tarde, e eu não sei quando é esse dia.

      Não costumo "apelar" desse jeito, sempre procuro meios mais ilustrativos para falar disso no blog, como vocês bem sabem. Mas o fato é que precisamos encarar a realidade. E a morte dessa menina, assim como a do meu amigo Rodrigo e de uma outra menina que pegava carona comigo, foi real. Não tem mais volta. Perdão por esse texto "fora do padrão" do blog, mas foi meu ato sincero de hoje.


sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Parábola da convivência

      Durante uma era glacial muito remota, quando parte do globo terrestre estava coberta por densas camadas de gelo, muitos animais não resistiram ao frio intenso e morreram indefesos por não se adaptarem às condições do clima hostil. Foi então que uma grande manada de porcos-espinhos, numa tentativa de se proteger e sobreviver, começou a se unir, a juntar-se mais e mais.

     Assim, cada um podia sentir o calor do corpo do outro, e, todos juntos, bem unidos, aqueciam-se, enfrentando por mais tempo aquele inverno tenebroso.

      Porém, vida ingrata, os espinhos de cada um começaram a ferir os companheiros mais próximos, justamente aqueles que lhes forneciam mais calor, aquele calor vital, questão de vida ou morte. Assim, afastaram-se feridos. Dispersaram-se por não suportarem mais tempo os espinhos dos seus semelhantes. Doíam muito...

     Mas, essa não foi a melhor solução: afastados, separados, logo começaram a morrer congelados. Os que não morreram voltaram a se aproximar, pouco a pouco, com jeito, com precauções, de tal forma que, unidos, cada qual conservava uma certa distância do outro, mínima, mas o suficiente para conviver sem ferir, para sobreviver sem magoar, sem causar danos recíprocos. Assim, suportaram-se, resistindo à longa era glacial.
 
     Nessa parábola aprendemos que o amor a vida do próximo tem que ser maior que os defeitos dele, pois ainda que sejamos feridos, o amor supera tudo e é necessário para que tenhamos vida.

Leitura recomendada: 1corintios 13 http://www.bibliaonline.com.br/acf/1co/13.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

terça-feira, 30 de novembro de 2010

O gigante












O gigante da sua vida pode ser um vício, uma doença ou um problema que talvez só você e Deus sabem. Lute contra isso.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

A cruz sem sedativos

      Todo condenado recebia uma dose de humanidade antes da crucificação. Era uma mistura de vinho e fel que tinha uma ação anestésica, diminuindo, assim, a dor no momento em que os pregos atravessavam as mãos e os pés da vítima. Tratava-se de um alívio importante em um momento tão duro. Mas, surpreendentemente, Jesus rejeitou aquele anestésico. Isso agravou muito sua sensação de dor. Lembrando que Jesus não estava ali disfarçado de homem, mas como tal, estava sujeito a todo horror daquele instante. E Ele preferiu fazer isso de" cara limpa".

      Num momento em que tanta violência é gerada no Brasil e no mundo por causa do tráfico de drogas, nos damos conta de quão diferentemente as pessoas estão buscando enfrentar a realidade: Drogadas, alcoolizadas, dopadas ou impregnadas de fantasia.

Aquele que enfrentou a cruz sem sedativo, quer hoje capacitá-lo a enfrentar a realidade de cara limpa.

(Matheus 27:34-50)  http://www.bibliaonline.com.br/acf/mt/27

"texto retirado do livro de estudo do evangelho de Mateus."

domingo, 28 de novembro de 2010

sábado, 27 de novembro de 2010

Ele sabe o que faz

      Em um mundo impessoal e de mudanças rápidas, no qual nos sentimos mais semelhantes a um número do que a uma pessoa, torna-se fácil se acostumar a ser o mesmo. Rostos sem nome diante de um deus preocupado; pessoas apressadas envolvidas em atividades destituídas de sentido, fúteis. Mas, a coisa não é assim. A Palavra de Deus nos assegura que há uma identidade e promete-nos que nossas vidas têm ordem, uma razão de ser, um propósito. Vamos viver o dia de hoje com essa confiança confortadora:

Deus sabe o que está fazendo.

Procure na própria fonte a resposta sobre propósito de vida:
http://www.bibliaonline.com.br/ntlh/pv/16

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Tarde demais..

Clique na figura para ampliar

terça-feira, 23 de novembro de 2010

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

O menino e o tanquinho de areia.

      Um menininho brincava no tanque de areia da praça naquela manhã de sábado. Tinha com ele sua caixa de carrinhos e caminhões, seu balde plástico e uma pá vermelha brilhante. No processo de criar estradas e túneis na areia macia, ele descobriu uma pedra grande no meio do tanque de areia. Com muito esforço, usando as mãos e os pés em todas as posições possíveis, ele conseguiu empurrar a pedra através do tanque de areia. Era um menino muito pequeno e a pedra, para ele, era enorme. Quando o menino alcançou a borda do tanque de areia, ele descobriu que mais difícil ainda seria passar a pedra sobre a pequena parede.

      Determinado, o menininho empurrou, empurrou e empurrou, mas a cada vez que ele achava ter feito algum progresso, a pedra virava e rolava de volta para o tanque. Até que as lágrimas de frustração rolaram.

      Durante todo esse tempo, seu pai o observava, aguardando o desenvolvimento de todo o drama. No momento em que as lágrimas caíram, uma sombra grande caiu sobre o menino. Era seu pai. Suavemente mas com firmeza, ele disse:

   - Filho, por que você não usou toda a força que você tinha disponível?

Derrotado, o menino respondeu:  - Mas eu usei pai! Usei toda a força que eu tinha!

- Não, meu filho, (corrigiu o pai bondosamente), você não usou toda a força que você tinha. Você não me pediu ajuda.

  E o pai do menino se abaixou, pegou a pedra e a retirou do tanque de areia.

Conclusão: Nunca queira resolver tudo sozinho, peça ajuda a Deus, Ele tem força suficiente para tirar qualquer obstáculo do seu caminho.

domingo, 21 de novembro de 2010

Sentimentos x Realidade

      Nem sempre o que sentimos é a realidade. Veja bem, vamos em festas cheias de gente, nos divertimos, nos sentimos bem e acompanhados, mas depois passa e a realidade chega. Então, nos deparamos com a realidade de que, talvez, não estejamos tão acompanhados e com tanta gente feliz ao nosso lado como parecia a pouco. Passamos momentos de alegria com muita gente, jogamos bola, rimos, assistimos um jogo de um time campeão, tocamos músicas e sentamos em roda para contar piadas, mas é só algo menos alegre acontecer que esse grupo de pessoas se reduz drasticamente. Mas por que? O sentimento em grupo era tão bom, tão alegre, mas durou tão pouco. Será que um sentimento feliz é para ser assim mesmo? Curto e vago?

      Não. A diferença está em alinhar sentimentos à realidade, porque os sentimentos são a forma como vemos a vida, são os sensores que nos mostram onde estamos, mas como todo sensor, eles devem representar a realidade, do contrário, chegamos em lugares errados. Se construirmos momentos reais, com sentimentos reais e não apenas momentâneos, como beijos sem compromisso, relações pelo prazer, amizades pelo interesse, trabalhar exclusivamente por dinheiro entre tantas outras coisas que fazemos para tentar sucesso nesse mundo, aissim teremos uma felicidade mais concreta, teremos amigos, teremos parentes e essa alegria será real e algo ruim não será capaz de destruí-la, como facilmente faz com as muitas alegrias superficiais que temos.

      Um sorriso nem sempre significa felicidade e uma lágrima nem sempre significa dor. Lutas e defeitos todos temos, a diferença está em andar com Deus, buscar a sua voz, viver de acordo com os seus ensinamentos, pois, assim, teremos paz. E paz não é um dia lindo de sol, com pássaros voando, mas, muitas vezes, paz é ser feliz mesmo quando há muita chuva, ventos e lágrimas no rosto. Deus não quer simplesmente colocar um sorriso em sua boca, isso uma piada pode fazer, mas Ele quer que a sua realidade, seja ela como for, seja feliz. Esse é o convite Dele para todos o que lutam nessa vida.

Desejo algo

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

A solução

Clique na figura para ampliar

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Momento favorável

      Há momentos na vida em que tudo escurece. É a palavra de um médico que tira toda nossa esperança de cura, ou a análise do gerente do banco que diz que a situação não vai melhorar, ou, talvez, o julgo técnico do homem que acredita apenas em estatísticas. Instantes de aflição e de impotência em que chegamos ao fundo do poço. Talvez você  esteja assim, abatido, desanimado e sem fé. Porém, este é o momento favorável para acontecer um milagre. Está escrito na bíblia assim: “o poder pertence a Deus” salmos 62:11, para Ele não há impossíveis, mesmo que para nós exista, para Ele não há portas fechadas, mesmo que damos de cara em muitas no dia-a-dia. Busque a Deus, através de Jesus cristo, com todo o seu coração. E espere um milagre acontecer.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Frustração

      Às vezes, desejamos algo e nunca da certo. Assim, vem um sentimento de fraqueza e incapacidade que nos faz pensar que nunca vamos conseguir nada melhor na vida. E muitos nem imaginam que isso está acontecendo conosco, pois as pessoas notam que de nossos lábios brotam sorrisos, mas elas não percebem que de nosso coração são derramadas lágrimas por causa das frustrações da vida.

      Em 1 Samuel 1, é contada a história de uma mulher chamada Ana. Ela tinha um marido que a amava, porém, ela era estéril. E para completar, ela tinha uma rival chamada Penina, que a provocava excessivamente, pois tinha filhos e Ana não. Porém, Ana não desistiu do seu sonho e mesmo amargurada e angustiada  não perdeu a fé. Ela se prostrou diante Deus e clamou, assim, o Senhor concedeu o tão desejado sonho de Ana. Ela deu a luz a Samuel.

      Todo mundo tem um sonho guardado ou talvez esquecido. Mas saiba que se essa vontade for depositada em Deus e se não dermos ouvidos para comentários negativos e tão somente ouvirmos o que Deus fala a nosso respeito, com certeza o nosso sonho será realizado. Não importa quantas lutas teremos que enfrentar, quantas lágrimas teremos que derramar, e ainda que nos joguem em cova de leões ou fornalha e nem que tenhamos que andar pelo vale da sombra da morte, o Senhor nos livrará de toda circunstância que venha paralisar os nossos planos.

Não desista dos seus sonhos, pois Deus nunca desistiu de você.

sábado, 13 de novembro de 2010

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Ame

Clique para ampliar
      "Nós bebemos demais, fumamos demais, gastamos sem critérios, dirigimos rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde, acordamos muito cansados, lemos muito pouco, assistimos TV demais e oramos raramente.

      Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores. Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos freqüentemente. Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos. Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho. Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.

      Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores. Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo, mas não nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos menos; planejamos mais, mas realizamos menos. Aprendemos a nos apressar e não a esperar.

      Construímos mais computadores para armazenar mais informação e produzir mais cópias do que nunca, mas nos comunicamos menos. Estamos na era do ‘fast-food’ e da digestão lenta; do homem grande de caráter pequeno; lucros acentuados e relações vazias. Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados. Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis, das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas “mágicas”. Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na despensa.

      Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão por aqui para sempre. Lembre-se dar um abraço carinhoso num amigo, pois não lhe custa um centavo sequer. Lembre-se de dizer “eu te amo” à sua companheira(o) e às pessoas que ama, mas, em primeiro lugar, ame… Ame muito. Um beijo e um abraço curam a dor, quando vêm de lá de dentro. O segredo da vida não é ter tudo que você quer, mas AMAR tudo que você tem! Por isso, valorize o que você tem e as pessoas que estão ao seu lado."

(Leonardo Ribeiro)

      Esse texto está no perfil de um amigo meu. Ao ler não pensei em outra coisa a não ser dividir com mais pessoas essas palavras sinceras. Não há como não concordar com o que está escrito, e mais que isso, não há como ficar acomodado após a leitura. Realmente é isso que Deus quer, amor. Precisamos sim lutar contra erros e buscar mais estar de acordo com a vontade Dele, e isso tudo precisa ser feito com amor. Precisa ser sincero. Precisa ser humilde. Perfeito? Ninguém é. Mas há os que assumem isso e vivem diferente, vem no erro uma chance para mudar, porém, há muitos que se acham muito bons, esse são os que não fazem nada.

      Deus nos convida a estar perto Dele, isso não é fácil, ainda mais porque Deus chama os "ruins", Ele chama falhos, mas é possível. Confesse diante de Cristo que você tem seus defeitos mas que quer mudar, e não fale só com a boca, fale com sua vida. Ande com Ele. Ele te ama muito, e amar não significa achar que tudo é perfeito, mas é estar do lado mesmo com os problemas.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

O solitário

      São sete horas da manhã, um jovem chega cansado do trabalho, ele conseguiu vencer mais uma noite de muita correria e agora se depara em seu apartamento com a solidão. Ele tem procurado trabalhar muito para poder ocupar o tempo em que fica só.

      A vida de uma pessoa solitária é dolorosa, pois ela está sempre procurando algo para fazer. Às vezes, trabalha excessivamente só para poder chegar em casa e dormir. É uma forma de conseguir “driblar” a solidão, e até funciona, porém, quando a solidão volta, ela não vem sozinha, vem junto o cansaço e o desânimo. Isso tem acontecido com muitas pessoas, elas trabalham, estudam e sem perceber acabam se entregando ao conformismo, acham que a vida é essa mesmo e não vai mudar e, aos poucos, vão perdendo a vontade de fazer aquilo que mais gostam. Depois de um mês cansativo de trabalho e estudo intenso o corpo não suporta e, assim, vem a falta de paciência, vai morrendo a vontade de buscar a Deus, de tentar algo melhor, de lutar pelos ideais, e tudo pelo fato de estar tão focada no problema tentando resolver aquilo que só Deus pode através da fé. Isso é dar murro em ponta de faca.

      Devemos aproveitar essa situação e procurar aprender. Quando focamos os problemas é muito difícil se sair bem dessa situação, porém, quando olhamos para o alto e depositamos a nossa fé naquele que é capaz de realizar o impossível a resposta chegará. Mas enquanto ela não chega, é necessário estar fortalecido em Deus, pois a solidão é como um câncer, mata aos poucos.

      Chega um momento em que Deus coloca as pessoas certas para nos acompanhar nessa longa caminhada. Creia que isso é real, pois aconteceu comigo.Foi através da solidão que Deus mostrou quem realmente é meu amigo. Confie em Deus, Ele tem amigos para você, e não colegas.

“O amigo ama em todo tempo e na angústia se torna irmão.” Provérbios 17:17.

sábado, 6 de novembro de 2010

Não esqueça!

Clique para ampliar.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Caminhando

       Muitas vezes, as coisas andam muito devagar. Mas é importante não parar. Mesmo um pequeno avanço na direção certa já é um progresso.

       Se você não conseguir fazer uma coisa grandiosa hoje, faça alguma coisa pequena. Pequenos riachos acabam convertendo-se em grandes rios.

Continue andando e fazendo.

      O que parecia fora de alcance hoje, vai parecer um pouco mais próximo amanhã se você continuar movendo-se para frente. E se você entregar a  Deus  cada momento intenso que dedica a seus objetivos, muito você se aproxima deles.

Se você pára completamente é muito mais difícil começar tudo de novo.

     Então, continue andando e fazendo. Não desperdice a base que você já construiu. Existe alguma coisa que você pode fazer agora mesmo, hoje, neste exato instante. Pode não ser muito, mas vai mantê-lo na caminhada.

     Vá rápido quando puder. Vá devagar quando for obrigado. Mas, seja lá o que for, continue. O importante é não parar e colocar tudo diante de Deus.

(Texto de autor desconhecido adaptado por "A loucura desse mundo")

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Lotação

Cada decisão tem um peso final
Cada palavra uma transformação                                                      
A vida não tem sentido a quem a não quer melhorar

A fonte não para de jorrar
As flores brotam no campo
É só vir e aproveitar 
E da vida desfrutar

Eu estou esperando a lotação
O Trem, que vagão após vagão vai parando
A Indecisão já virou fumaça
E o carvão já arde em brasa
Locomotiva de Deus passa e arrasa
Muda, da vida e assas!

Olhos certos focando a direção
Quando se vive sem ilusão
Deus deu e ninguém pode tirar
Ninguém pode tirar...

Os trilhos podem até enferrujar
Mas o trem sempre vem
A todo vapor Ele vai
Vai caminhar

(GOoD Way - 2007)

Segue links de vídeos gravados esse ano referentes a execução de músicas da GOoD Way na programação da semana da bíblia na UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina). Obs: em dois vídeos o som estéreo acabou sendo gravado mono e, por isso, o som ficou prejudicado, porém, foram vídeos feitos com a sinceridade que tentamos conferir a tudo o que fazemos.

http://www.youtube.com/watch?v=bweYg4ho-pk&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=9v0d4sNfAFI&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=_i5sL9G1foE

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

A voz de quem?

Ingratidão

       No livro de Êxodo nos capítulos 14 a 16, é observada tamanha ingratidão do povo de Israel. Três dias depois de terem passado pelo mar vermelho e deixado os egípcios para trás, eles caminhavam pelo deserto e se depararam com um poço de águas amargas. Então, o povo começou a murmurar, e como se não bastasse esquecerem-se do grande feito que havia acontecido, falaram: “Quem nos dera se tivéssemos morrido no Egito”. Mesmo assim, o Senhor instruiu a Moisés e as águas voltaram ao normal. Será que Deus não sabia que o povo estava com sede ao levá-los a um poço cuja água não era própria para beber? Claro que sabia, Deus apenas criou uma oportunidade para ensinar o povo e manifestar a glória dEle. Só que não foi isso que Israel entendeu.

       Assim como Deus fez com o povo do deserto Ele faz conosco. Ele permite que situações embaraçosas venham ao nosso encontro para que possamos aprender muitas coisas, como a nossa limitação de ser humano, como a ajuda que Ele pode nos dar, como a Sua atividade em nossas vidas, entre outros aspectos. Porém, algumas pessoas se comportam como o povo de Israel e, ao invés de reconhecer o poder de Deus, preferem esquecer-se de tudo o que foi feito e ainda desejam estar no “Egito”, uns até falam: “Eu preferia nem ter nascido.”

       Não seja tão ingrato assim e não deixe que as dificuldades lhe impeçam de enxergar aquilo que Deus tem preparado para aqueles que o amam. Lembre-se das alegrias, dos dias de sol, das coisas que provam que você deveria ter nascido sim, das pessoas que precisam de você, do perdão de Deus, de Seu extremo amor e misericórdia. Veja as dificuldades como oportunidades para a manifestação da sua pequenez humana e, principalmente, para a manifestação da enorme glória de Deus.
 

domingo, 31 de outubro de 2010

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Sós ou mal acompanhados?

      Não é de hoje a afirmação de que o homem é um ser social. Também não é de hoje que pessoas se sentem só ou mal acompanhadas. Mas o que é estar só? Há uma diferença entre se sentir só e estar, de fato, desamparado. Há, também, diferença entre se sentir próximo a muitas pessoas e, estar de fato, acompanhado. Por exemplo, muitas vezes sentimos que temos bons amigos, rimos com eles na aula, no trabalho e nas ruas, até que precisamos de algo e quem vêm ao nosso encontro é nossa mãe, por exemplo, alguém que não joga vídeo game conosco (só um exemplo).
     
      É sempre uma luta entre esse “sentir” e o “estar” acompanhado e, muitas vezes, precisamos de dificuldades para entender se estamos sós ou acompanhados. E com Deus é assim também, muitas vezes não sentimos fisicamente que Ele está ali do nosso lado, mas se confiarmos Ele estará, e estar acompanhado por Deus é muito melhor que qualquer abraço apertado e beijos no rosto que muitos recebem. Desses beijadores e abraçadores, com quais podemos, realmente, contar?

     Busque acompanhar as pessoas e não só estar do lado delas. Acredite que mesmo fisicamente você não sentindo, os verdadeiros amigos estão contigo e estão lutando, seja onde for, por seu bem. E, principalmente, saiba que Deus quer que você confie que Ele está perto, e que não é só para lhe dar um abraço gostoso ou um beijo, isso muitos fazem, agora o que muitos não fazem Ele faz, Ele lhe acompanha.

“O amigo ama em todo o tempo; e para a angústia nasce o irmão.” Provérbios 17:17.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Você tem ídolos?

       Você acha alguém inatingível, tão bom em algo que não é possível imaginar nada melhor, cuja presença é segurança e sua ausência é desesperador, alguém insubstituível? Se a resposta foi positiva, então, você tem um ou mais ídolos. E quem são eles?

      É bom considerar que não só pessoas, mas objetos podem causar esse sentimento de exaltação e de superioridade em nós e isso não é completamente ruim, o problema todo está na segurança demasiada que depositamos em seres que não são perfeitos. E é por isso que a bíblia fala tanto da famosa “idolatria”, porque por gerações pessoas depositaram tamanha confiança, amor e, assim, adoração em pessoas ou coisas que não são Deus. E sabe o que acontece? Frustração. É óbvio, esperar um papel de Deus de alguém ou algo que não é Deus não parece funcionar. Cedo ou tarde as pessoas percebem isso, mas nem todas tomam o cuidado de não cometer o mesmo erro novamente.

      O que eu queria dizer com tudo isso é simples, porém, mexe com nossa vida por inteiro. Queria que você soubesse que bebida nenhuma, droga nenhuma, pessoa nenhuma, ser místico nenhum, amuleto nenhum, objeto nenhum, santidade nenhuma, festa nenhuma, loucura nenhuma, dinheiro nenhum e outros possíveis ídolos vão poder, de forma alguma, preencher sua alma e fazer o que só Deus pode. Adorá-los é um erro e fica claro o porquê. A satisfação, a segurança, a fidelidade e o amor que você procura só é possível em Deus. Tenha bons amigos, goste das coisas da vida, mas saiba que todos somos falhos e que sua segurança deve estar com quem pode garantí-la. Cristo. Ele não quer que você se frustre.

“Sabemos que o ídolo nada é no mundo, e que não há outro Deus, senão um só.” I Coríntios 8, 4.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

O que fazer?

O que fazer quando a solidão se aproximar?
O que fazer quando ninguém lhe procura?
O que fazer quando o mundo desabar?
O que fazer quando a vida se torna tão dura?

Se em Deus você acreditar e na palavra meditar, as coisas  vão melhorar.
Quando para o alto olhar e nos pés do Senhor você se ajoelhar, resposta encontrará.
Olhe para Jesus, pois Ele é a saída, além de lhe abençoar, ainda protege a sua vida.
Para quem tem fé em Deus, a bíblia nos ensina, que não devemos olhar para baixo e, sim, para cima.

domingo, 24 de outubro de 2010

sábado, 23 de outubro de 2010

Sai do buraco

      Hoje vamos falar um pouco de Lázaro (João 11:1-46). Este homem tinha falecido e suas irmãs, Marta e Maria, estavam desesperadas, pois não tinham como trazê-lo de volta. Os dias se passavam e já não havia esperança, fazia quatro dias que Lázaro tinha sido sepultado e parecia impossível um final feliz para essa situação. Mas Jesus já sabia de tudo que iria acontecer (João 11:4). E assim aconteceu, Jesus veio ao encontro de Marta e Maria e elas o levaram até o sepulcro onde haviam enterrado Lázaro. Chegando lá, Jesus ordenou que retirassem a pedra e chamou o morto para fora. Apesar dos quatro dias e de o corpo já estar em decomposição, Lázaro saiu do buraco.

     Talvez, você que está visitando esse blog esteja passando por um momento de angústia e desespero, tem visto o tempo passar e nada acontecer, você olha para o lado e não vê ninguém que possa lhe ajudar, é como se fosse um pesadelo. Porém, saiba que Jesus vem ao seu encontro, pois Ele sabe da sua situação. E não importa o tempo do seu sofrimento, sobre realizar o impossível, Ele entende muito bem. Não se desespere e nem desanime, não ache que Deus está demorando em resolver o seu problema, pois tudo tem um porquê e uma hora certa para acontecer. Apenas confie em Cristo, entregue o seu caminho a Ele e aguarde a resposta. O mundo tem um ditado que diz: “Deus tarda, mas não falha”. Mas esse ditado é mentira, pois Deus não tarda, Ele faz as coisas acontecerem na hora que tem que acontecer, dele é o domínio e o poder. Você confia nisso? "Sai do buraco!"

“Disse - lhes Jesus: ‘Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê em mim, ainda que morra, viverá’.”

Além do alcance da visão

    

Clique para ampliar os quadrinhos









Ame Deus e saiba que Ele te guarda das muitas coisas que a sua visão não pode alcançar.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A declaração da vida

      Todos os anos é um “salve-se quem puder" no mês de abril quando é feito o ajuste anual da declaração do imposto de renda. Naquele momento, as operações feitas ao longo do ano vão definir se haverá restituição ou imposto a pagar. É a famosa prestação de contas. Esse fato nos serve de ilustração para compreendermos e aplicarmos os ensinos de uma parábola apresentada por Jesus em (Mateus 24, 45-51).  Havia dois servos de certo senhor, para os quais foram confiadas tarefas e responsabilidades perante os demais empregados daquele mesmo senhor. Eles precisam alimentar os outros e cuidar da propriedade.

      Na volta do senhor, um foi chamado de servo bom e outro de infiel. Dois adjetivos acompanham o servo bom: fiel e prudente. A fidelidade se expressou pela sua capacidade em cumprir responsabilidades, e sua prudência se verificou por ter o seu senhor flagrado esse servo em plena execução de suas tarefas. Ele não estava dormindo quando o seu chefe chegou. Diferentemente, fez o servo mau. Ele considerou que o senhor estava demorando. Isso indica que, talvez, no início ele trabalhou como o outro servo, mas com o passar do tempo esmoreceu. Assim, oprimindo quem estava sob sua responsabilidade e usando de forma errada os recursos recebidos para ministrar o sustento de todos, comendo e bebendo devassamente.

      O que Deus requer de cada um de nós está disponível até para o mais perverso dos corações humanos. Ele até declarou: “Ó homem , o que é bom; e o que é que o Senhor requer de ti, se não que pratiques a justiça, e ames a benevolência, e andes humildemente com teu Deus?” (Miquéias 6:8).Toda autoridade e capacidade que Deus nos concede tem um propósito que vai além de nosso umbigo.Tem a ver com os outros e com o propósito de Deus. Fica implícito no texto que o senhor se ausentou, mas depois retornou.

 "É certo que um dia o Senhor retornará para que declaremos o que fizemos com a vida que Ele nos deu."

Texto adaptado do livro “Estudando o evangelho de Mateus” por  “A loucura desse mundo”.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Os rótulos baratos

        Muitas pessoas se matam dia após dia por causa das diferenças culturais. Olham para as suas etiquetas penduradas no pescoço e olham para a do próximo, se não forem iguais, começa a disputa. Os rockeiros odeiam os pagodeiros, os de direita não podem ver os de esquerda, os torcedores do Corinthians rivalizam intensamente com os palmeirenses, pessoas em uma guerra se matam sem nem conhecer o adversário, apenas por ordens superiores, o rico olha para o pobre com desgosto, o pobre não deixa por menos e fala mal do rico, chama de ladrão, e assim vai.

     Mas todos esses aspectos pelos quais muitos se julgam melhores que os outros, e acabam os agredindo, passam. O estilo musical muda em poucos anos, os de direita viram de esquerda com a troca de governo, os times perdem e ganham campeonatos,  as guerras acabam e as medalhas dos mortos não trazem sustento para as famílias desamparadas e o carro importado do rico logo vira o caro que o pobre usa. Vale à pena brigar, matar e dividir as pessoas por tais aspectos? Não. Alguém vai dizer o que importa, e não sou eu:

“Vendo os escribas dos fariseus que  ele comia com os publicanos e pecadores, perguntavam aos discípulos: Por que é que ele come com os publicanos e pecadores?
Jesus, porém, ouvindo isso, disse-lhes: Não necessitam de médico os sãos, mas sim os enfermos; eu não vim chamar justos, mas pecadores.”
  Marcos 2

       Na época, os mal vistos eram os publicanos e os diversos “pecadores”, como pobres, cobradores de impostos, prostitutas, enfim, gente de má fama na sociedade, gente com rótulos feios. Mas se até esses Jesus veio buscar, porque nós não vamos deixar eles irem? Eu não sou melhor que ninguém, espero que você pense o mesmo, eu sei que preciso de Cristo, espero que você pense o mesmo.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Fraqueza




















Todos nós precisamos de Deus, uns demoram muito para admitir.


.

domingo, 17 de outubro de 2010

Seja forte

Procure  se fortalecer em Deus, pois Ele tem a força necessária para nos ajudar a enfrentar as lutas.
Procure acreditar, ainda que seja impossível.
Siga em frente, ainda que muitos tentem  te parar e que tenham obstáculos.
Não desanime em  sonhar, ainda que todas as suas tentativas não tenham alcançado êxito, no momento certo chegará a sua hora.

Faça sempre o bem, mesmo que  o retorno não seja o esperado.
Ame o próximo, mesmo que você não se sinta amado.
Fique de pé, mesmo que as pernas insistam em fracassar,
E se cair prostrado, se prostre para Deus e não para as dores.
Procure acreditar no amor de Deus, mesmo que você se sinta a pior das criaturas, pois Deus não te vê assim.

E se fracassar? Tente outra vez.
E se cair? O Senhor estenderá a mão e te levantará.
Mas se não tiver forças? O Senhor te carregará em seus braços.
Acredite, ainda que seja infiel e pecador, o Senhor sempre será fiel e sempre estará de braços aberto para te receber.

E se seu pensamento dizer que você é fracassado, Jesus lhe diz que tudo você pode nEle.
“Mas os Levantes são grandes”, O senhor é a tua força e teu escudo.
“Eu não presto para nada”, presta sim, tanto que Jesus deu a vida por você.
“Eu sou um nada”, realmente você será se não tiver a Cristo.

Creia sempre, ainda que o mar vermelho não se abra, pois Jesus lhe fará passar por sobre as águas.
Não duvide de seus sonhos, acredite, venha o que vier, seus sonhos certamente vão acontecer, foi Deus que projetou.
Não duvide, siga em frente, lute um pouco mais, o Senhor é fiel.

Com tanto amor da parte de Deus, com tanta proteção que até os anjos Ele da ordem em nosso favor, bem guardado desse jeito, por que desistir?

sábado, 16 de outubro de 2010

Confesse seus erros

Prioridade

           No livro de Ageu podemos observar a insatisfação do Senhor por causa do templo que se encontrava em ruínas, pois cada um procurou correr atrás do que era agradável a si, estavam mais preocupados em adornar a própria casa do que zelar pela casa do Senhor. Em conseqüência, o povo estava passando por dificuldades. Esperavam muito e vinha pouco, os céus se fecharam e eles faziam das dificuldades um motivo para não realizar a obra de Deus. Foi preciso que o profeta Ageu alertasse a todos.

           O que encontramos hoje não é diferente. Infelizmente,  as pessoas estão preocupadas com beleza, bens materiais, posição social e tem esquecido que tudo isso vem do Senhor. Não que seja proibida a conquista de bens materiais ou posição, pois pode ser plano de Deus isso, porém, deixar que os interesses egoístas ocupem um lugar que só pertence a Deus e isso ser impedimento para fazer a obra, o Senhor não tolera.

           Às vezes, não sabemos porque passamos por tanta coisa e acabamos usando a nossa dificuldade como desculpa para não fazer o que agrada ao Senhor. O desafio da fé  é o mesmo em cada geração, devemos buscar primeiro as coisas de Deus e confiar nEle para prover as necessidades básicas diárias da vida. A glorificação de qualquer trabalho que busquemos vem da presença de Deus. Deus nos chama para entregar  o que somos, que temos e tudo que fazemos à Ele.

          Devemos fazer da obra de Deus uma prioridade. Devemos entender que a presença de Jesus produz a glória (2 CO 3:18.) e crer que quando nós  deixamos uma ambição egoísta e uma agenda pessoal lotada e nos concentramos no progresso do Reino de Deus, Ele nos abençoa até o fim.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Olhe para o lado

Olhe para o lado
O que você vê?
Pessoas sem nada, jogadas a viver
Olhe para o outro,
Então, o que vê?
Pessoas explodindo, sem ter nada a perder

Começamos a acreditar
E cair no erro de aceitar que nada vai mudar
E apenas sonhar com um dia melhor

E esse dia chegará, quando você parar de pensar como as multidões
E, assim, esse dia chegará

(Banda GOoD Way - 2007)


          Não pense algo porque todos o fazem, não diga que você é cristão porque tem muita gente que fala isso, não coloque rótulos em você mesmo para ficar parecido com algum grupo de pessoas, isso tudo é hipocrisia, e hiprocrisia não muda o mundo, não muda os dias. Um dia melhor apenas chegará quando, com sinceridade, as pessoas procurarem à Deus.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Capacitação

      Lemos no texto de Jeremias sobre um momento em que ele fala para Deus que se acha uma criança, então, o Senhor o encoraja lhe dizendo que ele vai falar tudo para todo mundo o que Ele (Deus) enviar, e em seguida o Senhor toca na boca de Jeremias. Nessa linda passagem aprendemos que o Senhor não chama pessoas capacitadas, mas capacita os que são chamados.

      Às vezes,  temos pensamentos como o de Jeremias. O que devemos saber é que a nossa limitação e capacidade humana não nos levarão para lugar algum. Quando somos escalados para fazer algo para Deus, não devemos permitir que as nossas limitações nos impeçam de caminhar e fazer a obra, pois  sabemos o quanto somos imperfeitos e limitados, porém, se o Senhor nos escolheu, Ele nos garantirá, a obra é dEle e não nossa. O que devemos fazer é agradecer pela misericórdia ter nos alcançado e nos entregar nas mãos de Deus, para que  através das nossas vidas o Senhor possa alcançar outras vidas. Por exemplo, um grande amigo meu recebeu um convite para fazer algo para Deus e  ficou nervoso e talvez tenha se sentido incapaz, mas, mesmo assim, ele foi. Chegando lá, o Senhor operou maravilhas. Se ele fosse ficar se lamentando pelas imperfeições, ele nem aceitaria o convite, isso prova que quem faz a obra não somos nós. O Senhor  até entende que somos fracos  e limitados, mas ele não se agrada quando essas coisas nos impedem de serví-lo.

      São os incapacitados que Ele capacita, são os fracos que Ele os torna forte. O que devemos fazer é andar com Deus, buscando santificação, o perdão, e na medida que  vamos tendo intimidade com Deus, o Espírito Santo vai concertando o que está errado.

Texto base: Jeremias 1:4-10

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Confie em Jesus.







Confie...

As coisas acontecem na hora certa. Exatamente quando devem acontecer!


Momentos felizes, louve a Deus.
Momentos difíceis, busque a Deus.
Momentos silenciosos, adore a Deus.
Momentos dolorosos, confie em Deus.
Cada momento, agradeça a Deus.